Histórico

Antes do nascimento do Instituto Berço da Cidadania, éramos quatro profissionais trabalhando voluntariamente em uma mesma instituição em três diferentes áreas: uma fazia acompanhamento psicológico de crianças e adolescentes; outra investia nas famílias para promover a reintegração familiar e duas outras trabalhavam com a capacitação das educadoras responsáveis pelos cuidados diretos com as crianças e adolescentes abrigadas.

Aos poucos, começamos a perceber que, para aprofundar a compreensão sobre as situações com as quais lidávamos, era necessário que entendêssemos como as demais profissionais trabalhavam, quais as dificuldades encontradas, etc. Por mais de um ano nos reunimos semanalmente para discussões clínicas e de procedimentos e, nesse processo, fomos compreendendo que as questões com as quais lidávamos não  encontrariam solução nos estritos limites do abrigo.

Observamos a necessidade de intervenções mais amplas que envolvessem toda a rede socioassistencial, o que levou à conclusão de que ações pessoais e isoladas, ainda que sempre embasadas tecnicamente, não seriam suficientes. Se almejávamos contribuir para mudanças na vida daquelas crianças e adolescentes que haviam sido retirados de seus lares e que viviam em abrigos, seria necessário termos voz enquanto uma organização da sociedade civil. Seria necessário integrarmos a rede do Sistema de Garantia e Defesa de Direitos.

Assim, em janeiro de 2007 foi criado o Instituto Berço da Cidadania, entidade sem fins lucrativos qualificada como OSCIP, tendo como missão promover ações de prevenção, intervenção e acompanhamento para assegurar a convivência familiar e comunitária a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>